quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Cinema: a estrear!

Não sejamos hipócritas e admitamos que há curiosidade em ver Corrupção. Lembro-me que, num (antigo) post em que falei do filme, apostava no sucesso de bilheteira, o que não corresponderia (obviamente) em sucesso no meio crítico cinéfilo. Até agora ainda ninguém se pronunciou nos principais sites de crítica, e, portanto, o filme ainda é uma incógnita. Ajudará à polémica do tema, o realizador João Botelho que não será creditado, devido ao corte de 17 minutos e às alterações na banda-sonora. Se o filme for mau, dir-se-á com certeza que é por culpa desses 17 minutos, se o filme for muito mau ironicamente se dirá que nem com mais 17 minutos o filme seria apresentável….e se o filme for bom?! Há no entanto outras estreias a merecerem destaque: por um lado Elizabeth- a idade do ouro que só não incute mais curiosidade devido às péssimas críticas que tem recebido por onde passa. Vale lembrar que o filme é a continuação do premiado Elizabeth de 1998 trazendo novamente Cate Blanchett no papel de Isabel I de Inglaterra e o realizador Shekhar Kapur. Por outro lado é o regresso do irreverente e incomodativo Michael Moore que, depois de alfinetar George W. Bush em Fahrenheit 9/11, mostra o sofrível sistema de saúde americano num aclamado documentário, Sicko. As restantes quatro estreias acabam por ser ofuscadas por estes três filmes, ainda assim a ressalvar a estreia de A Invasão, a ficção científica que junta Nicole Kidman e Daniel Craig; Domino, de Tony Scott e com Keira Knightley no elenco (muito falada este ano pelo papel em Atonement); o francês Poderá ser amor? de Pierre Jolivet e, por último, o documentário biográfico de Zidane: Zidane – um retrato do século XXI. O destaque, e porque (sim!) tenho curiosidade em vê-lo e o realizador é de qualidade (a avaliar pelas anteriores incursões) vai para Corrupção

Título original: Corrupção
Elenco: Nicolau Breyner, Margarida Vila-Nova, António Pedro Cerdeira, Alexandra Lencastre, João Cabral, João Catarré, João Lagarto, Jorge Schnitzer, Miguel Guilherme, Paula Guedes, Paula Lobo Antunes, Rita Blanco, Rui Morrison, Ruy de Carvalho, Suzana Borges, Virgílio Castelo
Portugal, 2007
Estreia: 1 de Novembro de 2007
Sinopse: Num país, Portugal, uma rede de corrupção que envolve a classe política e autárquica, opera a partir do território inexpugnável do futebol. Sofia é uma jovem mãe solteira que divide o seu tempo entre dois empregos que a ajudam a si e às suas duas filhas a sobreviver. De tarde num supermercado, à noite num bar de alterne frequentado por figuras chave do universo corrupto do país: dirigentes de futebol, autarcas, polícias e juízes. Numa noite, Sofia recebe uma proposta de um inspector da Polícia Judiciária, Luís. A proposta é simples e perigosa: Sofia deve dar-se a conhecer a um dirigente de um clube desportivo da primeira liga, seduzi-lo, conhecer os seus segredos...


2 comentários:

sa disse...

pelo que li hoje num jornal diário... isso nem sucesso de bilheteira vai ser. quem ri no fim ainda é o pinto da costa

Cláudia Ribeiro disse...

Quero ver é mesmo o SICKO. Esse sim, um bom filme.