quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Injustiças...

E o vencedor do Mercury Prize 2007 foram (surpreendentemente) os Klaxons! A banda britânica de indie/dancepunk, formada em 2005, derrotou fortes candidatos à vitória como Amy Winehouse ou os Artic Monkeys! O álbum congratulado é o primeiro na discografia do grupo e dá pelo nome Myths of the Near Future! Ainda que não tenha ouvido o álbum, pelos singles que lançaram, os Klaxons são sem dúvida uma banda promissora, mas não me parecem que merecessem o prémio de melhor álbum (pelo menos a julgar pelos singles). Depois de o ouvir lá terei de engulir o que disse... ou então não!



O Público hoje noticiou assim "Michael Schumacher, sete vezes campeão do Mundo de Fórmula 1, foi galardoado com o Prémio Príncipe das Astúrias de Desporto. O júri, presidido por Juan Antonio Samaranch, elegeu a candidatura do ex-piloto, à frente das de Valentino Rossi, Yelena Isinbayeva e da candidatura conjunta de Roger Federer e Rafael Nadal. Ao longo dos seus 16 anos de carreira, foi o piloto que mais vitórias arrecadou, tendo igualmente batido todos ou quase todos os recordes da modalidade, como o de vitórias em grandes pémios, pontos, pódios e "pole positions"" Esta última frase será a justificação?!

Há uma pergunta deixada num site que aconselho vivamente a visitarem que aqui vou também colocar:
As manchas negras desaparecem com os méritos ou... os fins justificam os meios?

1 comentário:

Cláudia Ribeiro disse...

Não posso dizer que não gosto dos The Klaxons mas... os Arctic Monkeys mereciam ter ganhado! Esses sim são geniais. :'D Ando totalmente viciadas neles!